Emergências

index_dogs_cats_birds_othersTodos os anos os veterinários vêm lesões em animais de estimação que poderiam ser evitadas. Os acidentes acontecem quer em casa quer na rua.

Estradas– tenha cuidado quando passeia o seu cão em ruas/estradas bastante movimentadas. Deve ter o seu animal na trela e só o deve soltar em lugares seguros. Se viver perto de uma estrada bastante movimentada é melhor não deixar o seu gato sair à noite para prevenir acidentes.

Intoxicações– algumas plantas de vaso são tóxicas para os animais. Alguns alimentos humanos também são tóxicos para os animais como o chocolate, cebolas, alho,uvas e passas de uva. Em Portugal existem as lagartas processionárias que causam reacções anafiláticas locais nos tecidos que contactam com estas. Os cachorros são muito afectados por estas lagartas ao tentarem comê-las, podendo perder a língua e ser eutanasiados.

Perigos de queda– os gatos são mais vulneráveis a quedas de janelas abertas ou de varandas.

Corpos estranhos– os animais jovens podem podem gostar de comer pequenos objectos como brinquedos de crianças, sacos de plástico e meias. A ingestão de um corpo estranho pode causar o bloqueio intestinal e ser fatal para o animal.

Sangrar– se o seu animal de estimação se ferir e estiver a sangrar deve-lhe aplicar um pequeno garrote ou um penso sobre alguma tensão (conforme a gravidade) para estancar a hemorragia.